Está a visitar o site da Philips lighting. Encontra-se disponível uma versão localizada.
Sugestões

    O futuro do trabalho

    Seis realidades que definirão o local de trabalho a partir de agora


    Por uma variedade de razões, estamos atualmente passando pela mais completa - e emocionante - transformação em como trabalhamos desde o surgimento da linha de montagem e da empresa moderna, cem anos atrás.

    A maneira como trabalhamos estava mudando antes mesmo do novo coronavírus se espalhar pelo mundo. Mas a pandemia COVID-19 acelerou e aprofundou essas mudanças, transformando o que eram apenas possibilidades emergentes em realidades estabelecidas. Agora temos a oportunidade de inventar uma nova cultura de trabalho que seja mais humana, mais ágil, mais produtiva e mais capaz de atender às nossas diversas necessidades.

     

    Aqui estão seis realidades que estão definindo o futuro do trabalho - um futuro que já estava a caminho, mas que agora surgiu sobre nós com uma velocidade inesperada.

     

    1: A mudança para o virtual: o espaço de trabalho físico não define mais o significado do trabalho

     

    Há anos, temos repensado os espaços em que trabalhamos. Todos nós já lemos sobre o “novo local de trabalho” - conforme definido, por exemplo, pelos espaços de trabalho não convencionais do Vale do Silício. Na verdade, a forma como concebemos “o escritório” mudou dramaticamente nas últimas duas décadas.

     

    Estamos agora vivendo a próxima etapa, em que nos afastamos de considerar o espaço físico como única forma de medir e valorizar o nosso trabalho. A tecnologia de ponta agora torna mais fácil trabalhar em um apartamento, ou uma cafeteria, ou um vôo, ou um terraço de casa de verão ou uma mesa de escritório.

     

    O resultado é uma separação crescente entre resultados de trabalho e espaços de trabalho. Não muito tempo atrás, essas coisas estavam ligadas: estar "no trabalho" significava estar sentado em seu espaço de trabalho. Só lá você poderia "fazer o trabalho". Um trabalho ruim pode fazer com que você seja demitido, mas não estar presente definitivamente faria. Nos dias de hoje, por outro lado, um trabalhador remoto que encaminha a um supervisor um trabalho perfeito, realizado independentemente de qualquer local do planeta, é um , é um profissional realmente valorizado.

     

    Faça o download do artigo completo “O futuro do trabalho” clicando no botão abaixo.

    Sobre o autor

    Peter Duine
    Peter Duine é o Diretor de Subsegmento Global para Escritórios da Signify. Ele ingressou na Philips há 26 anos como engenheiro nos Laboratórios de Pesquisa. Peter uniu-se à divisão de iluminação há 16 anos como engenheiro óptico e foi um pioneiro no desenvolvimento de motores e drivers de luz como sistemas para aplicações de iluminação geral.

    Compartilhe este artigo

    O que pode o Interact fazer por si?